Preço da passagem de ônibus de Teresina é mais cara do NE, RJ e SP

155

O prefeito vai dar o reajuste depois do dia 7 de janeiro.

De acordo com as Prefeituras Municipais, os preços das tarifas de ônibus urbanos são de R$ 3,10 em São Luís (MA); R$ 3,20 em Recife (PE); de R$ 4,00 em Aracaju (SE), que teve aumento em dezembro do ano passado; de R$ 3,40 em Fortaleza (CE); de R$ 3,55 em João Pessoa; de R$ 3,65 em Natal (RN); de R$ 3,70 de Maceió (AL) e de R$ 3,70 de Salvador (BA). Também supera o preço das passagens praticado nas maiores capitais do Brasil como São Paulo, onde a passagem custa R$ 4, e Rio de Janeiro, vendida a R$ 3,95. No dia 28 de dezembro de 2018, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou o reajuste da tarifa dos ônibus municipais de R$ 4,00 para R$ 4,30 a partir de 7 de janeiro de 2019 e o vale-transporte para R$ 4,57 a partir de 7 de fevereiro.

nformações do ANTP mostram que Teresina terá uma passagem de ônibus apenas um pouco abaixo de capitais como Belo Horizonte (MG), que depois de uma disputa judicial e guerra de liminares na Justiça , o desembargador de plantão Carlos Levenhagen, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, suspendeu os efeitos da decisão da juíza Dênia Francisca Corgosinho Taborda, que impedia que a tarifa aumentasse de R$ 4,05 para R$ 4,50. Sem o acréscimo de 11% nos preços dos ônibus da capital, os coletivos que atendem vilas e favelas dfe Belo Horizonte voltam a custar R$ 0,90, enquanto as linhas circular e alimentadoras vão para R$ 2,85. Assim como os táxis-lotação, que permanecem com o preço de R$ 4,45.

Carapicuíba é outra cidade da Grande São Paulo que terá aumento de tarifa de ônibus. O decreto do prefeito Marcos Neves foi publicado nesta quarta-feira, 02 de janeiro de 2019.

A partir deste sábado, 05 de janeiro de 2019, o valor da tarifa de ônibus em Carapicuíba sobe dos atuais R$ 4,35 para R$ 4,50.

Em outras cidades de São Paulo como Santo André, o preço da tarifa aumentou de De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95, a partir deste 6 de janeiro; em Santo Bernardo do Campo, o aumento da tarifa foi de R$ 4,40 para R$ 4,75, desde o dia 1º de janeiro; em Diadema , a tarifa passará de R$ 4,40 para R$ 4,65 a partir de – 6 de janeiro; em Osasco, o aumento da tarifa foi de R$ 4,35 para R$ 4,50, no 1º de janeiro.

fonte:meionorte.com