Homem dado como morto em Campo Maior apresenta sinais vitais durante velório

322

Um caso inusitado e até misterioso vem acontecendo desde ontem na cidade de Campo Maior envolvendo um homem identificado como Adoniram Araújo de 30 anos de idade. Segundo informações repassadas a nossa equipe, o homem teria falecido na noite de ontem (30/11), mas teria apresentado sinais vitais durante seu velório no dia de hoje (01/12). Segundo uma amiga de Adoniran, o homem  era eletricista e teria passado por alguns problemas renais sérios nos últimos dias, sendo encaminhado a diversos hospitais com suspeita de anemia e pneumonia associados. Na noite de ontem, o médico responsável por seu caso indicou a internação urgente, mas a vítima teria se negado, sofrendo em seguida paradas cardíacas que culminaram em sua morte. Com os preparativos para o seu velório e posterior enterro na tarde de hoje às 16h00, amigos e familiares começaram a suspeitar que Adoniram estaria vivo, pois, segundo os mesmos, o corpo apresentava sinais vitais, como pulsação, pressão arterial e calor corporal. Após a suspeita, o corpo foi levado ao Hospital Regional de Campo Maior, onde passou por alguns exames, que confirmaram sua morte. A suspeita inicial seria um caso de Catalepsia, onde o “morto” apresenta um problema do sistema nervoso que diminui drasticamente os batimentos cardíacos, dando a ilusão de que a pessoa morreu, caso até agora não confirmado.

MATÉRIA ATUALIZADA

Depois de exames no Hospital, e mesmo constatado que o homem estava morto, o Hospital providenciou o encaminhamento do corpo ao Instituto de Medicina Legal em Teresina, mas a família pediu que não levasse, pois teria dificuldade na liberação do corpo. Um perito fez exames cadavéricos no próprio Hospital e liberou o corpo para sepultamento, que ocorreu por volta das 22 horas. Em 30 dias sai o resultado dos exames para saber em que horário realmente o homem foi a óbito.

fonte:campomaioremfoco