Continuavam na Região e Bando já planejava atacar bancos de Esperantina, Batalha e Piracuruca,

5502

Os suspeitos dos assaltos ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal de Campo Maior planejavam atacar mais duas instituições financeiras no Piauí. Segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu, os próximos da quadrilha seriam os bancos de Esperantina, Batalha ou Piracuruca. Nove criminosos foram mortos durante confronto com a polícia, cinco estão presos e dois continuam foragidos. “Eles tinham o mesmo planejamento, já executado pelo grupo anos anteriores aqui no estado. No passado,  os criminosos assaltaram os bancos de Jaicós, Oeiras e Campos Sales, depois retornaram para Minas Gerais e voltaram agora para o Piauí com o projeto de mais três alvos”, revelou.  Conforme Fábio Abreu, os suspeitos estavam escondidos entre Batalhe e Piracuruca e após os assaltos em Campo Maior tentaram retornar para o esconderijo, quando entraram em confronto com a polícia em Piracuruca e se dividiram em dois grupos. “O grande problema deles é que o grupo que fugiu para Cocal só tinha mineiros, não conheciam rotas de fuga, a gasolina deles acabou e eles tiveram que ficar a pé. Já os criminosos que fugiram para Batalha, estavam com o cerco fechado, entraram em uma estrada vicinal e o carro atolou, perdendo o principal apoio logístico deles. Ao todo, eles perderam três carros”, explicou.

fonte:g1